DINAMISMO
QUALIDADE TÉCNICA
TRANSPARÊNCIA
COMPROMISSO
INFRAESTRUTURA

Notícias

Previsão do tempo

Hoje - Aracaju, SE

Máx
31ºC
Min
25ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Aracaju, S...

Máx
31ºC
Min
25ºC
Possibilidade de Chu

Presidente da OAB/SE destaca parceria com Conal em posse da sua...

Na noite desta terça-feira, 06, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, em Sergipe, Henri Clay Andrade, participou da solenidade de posse da nova diretoria do Conselho Nacional de Leigos e Leigas (Conal). Durante a cerimônia, realizada no plenário da seccional, Henri Clay frisou que a sociedade não pode se abater diante da crise ética, política e econômica vivenciada no Brasil. “Não podemos cruzar os braços, precisamos reagir e acreditar que há solução para os problemas do país. É necessário cobrar investimento em educação e em políticas públicas de inclusão social, pois esses são os alicerces para construção de uma sociedade mais justa, solidária e, consequentemente, menos violenta”, enfatizou o presidente da OAB/SE. Para Henri Clay, o modelo de segurança pública do país deve ser reestruturado com urgência. “No Brasil, nos últimos 30 anos, se construiu mais presídios que escolas, investiu-se mais em segurança pública que em educação. Mas a violência não será combatida com esse sistema repressivo, ultrapassado e autoritário de polícia. O modelo de segurança pública do Brasil está falido, estamos vivendo uma guerra civil não declarada e toda a sociedade está vulnerável”, declarou. Ao relembrar a história de parceria institucional entre a OAB/SE e o Conal, Henri Clay destacou a importância do pacto social, uma das pautas discutidas entre as entidades ao longo do ano passado. “É preciso realizar um pacto social pela paz para promover as mudanças sociais que a população tanto necessita”. Ao tomar posse, o novo presidente do Conal, Paulo Almeida, enalteceu as inúmeras lutas em prol da sociedade travadas pelo Conselho em parceria com a OAB. Em seu discurso, Paulo ressaltou ainda o desafio de liderar o Conal no atual momento do país. “O Brasil vive uma das maiores crises já registradas no campo ético, político e social. Assumir a presidência do Conal, diante dos grandes problemas que o nosso país enfrenta, é uma importante e desafiadora missão”, disse o presidente empossado, afirmando o Conselho continuará se posicionamento em defesa da cidadania.
08/02/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia